Assinatura RSS

Treinar para uma nova cultura

Publicado em

Manter o portal da UFPR com informações sempre atualizadas com múltiplos alimentadores é um desafio. O novo portal tem a maiora das áreas com conteúdos dinâmicos. O cabeçalho, a barra de links inicial (que poderá ser ajustada também, mas não com tanta frequência), os banners da UFPRTV e Rádio Web e os banners no pé da página são os únicos conteúdos estáticos. De resto, todas as outras áreas são dinâmicas, algumas automatizadas, como o Flickr e o Twitter.

As subpáginas não são dinâmicas, mas devem ser atualizadas periodicamente. Por exemplo, no link Cursos baixa o drop down com link para os mestrados e doutorados. Hoje, são mais de 100 mestrados e doutorados e, a cada ano, este número aumenta. Manter esta informação atual é importantíssimo, pois a relação de cursos de uma instituição é uma das informações mais visadas, sobretudo para a comunidade externa. Manter esta informação na página principal é o que fazem todas as universidades. No site atual, as informações estão desatualizadas. Veja aqui. A PRPPG mantém as informações atualizadas na sua própria página, porém, na qual o usuário tem mais dificuldades para encontrar a informação. Hoje, cada unidade cuida da sua própria página. Fazer as unidades atualizarem conteúdos na página principal da universidade é algo novo. Por isso,  exige treinamento.

Este trabalho de capacitar os técnicos começou ontem, 14 de abril, com pessoal da Prograd, PRPPG, Proec e a própria ACS. Pelo menos, devemos expandir para os setores e provavelmente para a Progepe também. O treinamento terá outras etapas e já começou. Não visa apenas treinar (até porque o sistema é muito simples e não exige nenhum conhecimento específico), mas também promover uma mudança de cultura, que aponte para o trabalho de diversas unidades para manter a página principal atual e informativa.

Descentralizar parece fácil e útil, mas não é o que vinha sendo feito e, por isso, implica mudar procedimentos. Precisamos treinar pessoas para criar uma nova cultura.

Múltiplos atualizadores de conteúdo

Publicado em

O portal atual da UFPR tem duas características que serão abandonadas:

1) ele é uma grande apresentação da instituição. No link de uma pró-reitoria, vem primeiro um texto, relativamente longo, sobre essa pró-reitoria e, embaixo, o link para a página da unidade. Partimos da suposição de que o portal deve ser uma porta de entrada para o emaranhado de informações nos diversos subdomínios do domínio http://www.ufpr.br. Assim, o link de uma pró-reitoria deve levar direto ao seu site.  A essa pró-reitoria cabe, na sua página, explicar o que faz. O usuário, porém, normalmente não está procurando esse tipo de informação institucional. O link de cursos não deve levar a um texto sobre os cursos, mas diretamente às informações básicas, como número de vagas, período e o site do curso. O usuário tende a ser funcional. Ou seja, busca as informações de que precisa.

2) o site atual é fixo, feito como um projeto com início, meio e fim. Depois que entrou no ar, teve poucas mudanças. O propósito agora é fazer ajustes constantes, criar novos serviços logo que seja possível mantê-los. Ou seja, fazer exatamente o contrário e tomar o novo portal como o início e não como o fim de um projeto.

Como um site institucional, o portal atual tem todos os seus conteúdos alimentados pela ACS. Os textos institucionais, os banners, os conteúdos jornalísticos, tudo é atualizado pela Assessoria. Apenas os banners das entidades representativas e os banners no pé da página não estão sob responsabilidade da ACS. É verdade que existem áreas do site em que atualmente ninguém mexe. São fixas, na prática.

No novo portal, descentralizar a atualização das informações é o princípio. Isto servirá para evitar que os conteúdos fiquem defasados. Por outro lado, ao colocar algumas informações na página principal sob responsabilidade de diversas unidades, permitirá que não haja duplicação de informações, o que torna a atualização um esforço ainda maior.

Um exemplo: caberá à Prograd atualizar os cursos de graduação na página. Hoje, os cursos de graduação da UFPR estão em duas páginas distintas: uma no site da UFPR e outra no site da Prograd. Ao transferir a atualização da página de cursos para a pró-reitoria, esperamos ter as informações em um único lugar e mais atuais, naturalmente.

Outro exemplo: caberá à PRPPG cadastrar os grupos de pesquisa da UFPR. Essa informação hoje é difícil de achar. No novo portal, estará num link fácil, na barra principal.

E ambas as unidades poderão cadastrar eventos na agenda de eventos da home.

Isso leva ao passo seguinte. Essas unidades terão que ser treinadas para fazer este trabalho. Mas o sistema de atualização de informações é fácil e intuitivo. Não demanda nenhum conhecimento de HTML, por exemplo. Assim, um servidor com duas horas de treinamento, no máximo, aprenderá como fazer o serviço.

O treinamento inicial será feito durante o período de testes do novo portal, mas não deverá parar. Quando, por exemplo, chegarmos com templates aos sites de cursos, teremos que treinar as secretárias das coordenações para usar a ferramenta. Ou seja, teremos que manter uma política constante de treinamento de pessoas para atualização de informações web, em contrapartida, oferecendo serviços simplificados de páginas web.

Paro por aqui. O tema templates fica para o próximo post.

Novo portal da UFPR está online, para críticas e sugestões

Publicado em

O novo portal da UFPR está online (www.novoportal.ufpr.br), para receber críticas e sugestões. E isso não é retórico. Desde o princípio, o processo foi feito consultando o usuário para saber o que ele quer. Isso se fez sobre tudo em dois caminhos paralelos: a aplicação de pesquisa de cardsorting e websorting para definir como organizar as informações. Isto está relatado no post Muita informação para organizar. Por outro lado, a criação do blog para interagir, bem como outros instrumentos de pesquisa online sobre o portal antigo, visava trazer o usuário para dentro da discussão. Também fizemos reuniões presenciais.

A segunda faceta relevante do processo de elaboração do novo portal foi a capacitação das pessoas. A proposta não era apenas criar um site, mas fomentar condições para refazer toda a política de websites da UFPR, mantendo pessoas dentro da casa com condições de tocar o projeto, aperfeiçoar soluções, manter mesmo o portal da UFPR sob constante análise e atualização. Por isso, abrir agora o protótipo final para a crítica, com tempo ainda para incorporar ajustes, é um trabalho efetivo de diálogo.

Passo agora a descrever o que é este novo portal, em termos conceituais e com as ferramentas que os conceitos engendram.

Conteúdos dinâmicos

Primeiro, o maior espaço possível foi destinado para conteúdos dinâmicos. Tirando a barra em cima (cabeçalho), cuja imagem é fixa, a barra inicial de links, logo abaixo do cabeçalho, a barra inferior, no pé, de banners institucionais a logo da UFPRTV e Rádio web, logo abaixo do calendário de eventos (na barra da direita), todos os demais conteúdos são dinâmicos, atualizados periodicamente por diversos alimentadores.

A primeira parte dinâmica é o slide show logo abaixo do cabeçalho queserve tanto para conteúdos jornalísticos, quanto para peças institucionais. Hoje, quando a UFPR precisa manter um conteúdo por mais tempo na página, como por exemplo, na abertura de inscrição para o vestibular, ele tem apenas os dois banners no pé da página, logo acima dos banners da APUFPR, Sinditest e DCE. No slide show do site atual, estas campanhas terão maior visibilidade e perenidade no site, rodando junto com conteúdos jornalísticos. Essa mescla de conteúdos de naturezas diferentes é comum hoje nos grandes portais de informaçãos, como o IG ou o UOL. Este slide show, quando não houver nenhum conteúdo com este peso, pode ser retirado.

Logo abaixo, vem a área de notícias. Além do sistema de editoria, com cores, a maior novidade aí está na flexibilidade do sistema, que vai permitir fotos em diversos locais do texto, integração do googlemaps, categorização das informações por público. Esta área, como a de cima, será  exclusivamente alimentada pela ACS.

Na lateral direita, há conteúdos dinâmicos alimentados por outros usuários além da ACS. O slide show receberá informações de diversas unidades, previamente cadastradas, como a Prograd, PRPPG, Proec, além da própria ACS. Clique e veja quais informações básicas sobre cada evento estarão cadastradas na página principal da UFPR. Acima deste slide show, está o drop down que especifica conteúdos. Estas páginas ainda serão construídas, mas as notícias já possuem a segmentação necessária para operar esta especificação por público.

Logo abaixo do slide show de eventos, está o calendário que mostra, na agenda, quando cada evento vai ser realizado. Ali também há links para os eventos. O calendário pode ser ampliado, no botão logo abaixo. Por fim, no mapa de calendário há uma integração do googlemaps que mostra os locais de todos os eventos cadastrados.

Redes sociais e blogs

Na parte de baixo da home, logo após a faixa com detalhes do Prédio Histórico, dividindo a home em dois, tem a área de redes sociais e blogs. Ali está o Flickr da UFPR, integrado. Toda vez que a rede social de foto for atualizada, o portal vai puxar automaticamente a miniatura da imagem, linkada. Isto já está plenamente operacional. No lado direito, está o twitter da UFPR. Cada notícia colocada hoje no portal vira um twit; cada twit é puxado pelo site. Pode parecer redundante, mas cada vez mais o twitter vai ser usado de forma autônoma. Ou seja, haverá mais twits do que notícias no portal, o uso da ferramenta, que já atingiu 10 mil seguidores, deve ser intensificado.

Por fim, ainda falta incluir, mas está previsto o link para o Facebook e o Orkut da UFPR.

No meio da página, há os blogs institucionais, estes blogs estão ligados à home. Vamos criar um conjunto de blogs institucionais, cada postagem vai aparecer diretamente na home.

Logo abaixo da área de redes sociais, ficará um conjunto de links, aleatórios, de interesse institucional.

Aguarde os posts seguintes, sobre subpáginas, treinamentos e templates. Todos serão postados até o fim da semana que vem.

Portal dinâmino, informativo e multialimentado

Publicado em

O conceito norteador do novo portal da UFPR será a radicalização do seu caráter informativo. A estrutura de informações, o universo de dados relativos à UFPR que ele descortina serão organizados a partir do trabalho de aplicação de card sorting presencial já finalizado. Aguardem os resultados analisados e de websorting on line, com 100 usuários (que será aberto na segunda-feira, 2 de agosto). Já o conteúdo jornalístico, produzido pela ACS, ou informativo de diversas naturezas (editais, eventos, posts em blogs etc.) virão de diversas fontes. Veja o lay out inicial abaixo:

Lay out vazio sem conteúdos.

Em detalhes:

1) A logo dos 100 anos vai linkar o site dos 100 anos.

2) A imagem no topo, com detalhe do Prédio Histórico, será mutável. Ou seja, várias outras poderão ser utilizadas, todas remetendo ao Prédio Histório. O espaço será utilizado para divulgar grandes eventos da UFPR, que serão linkados na imagem. Funcionará, em outros termos, com um banner publicitário em alguns momentos, apenas agregando informação de texto sobre o evento.

3) O lado direito será a porta de entrada para a intranet e/ou e-mail. No futuro, com o desenvolvimento de customização personalizada, também será o espaço no qual o usuário vai definir o seu perfil.

4) Os módulos de agenda e editais serão alimentados por diversas unidades. Por exemplo, a Prae vai incluir na agenda os eventos voltados para estudantes. A PRPPG, eventos para pesquisadores. E assim por diante. A área de desenvolvimento web da ACS já sabe como integrar a agenda através do Googlecalendar, que é simples e intuitivo. A ACS vai apenas controlar as permissões de exibição de conteúdos, definindo quais unidades terão Googlecalendar integrado na home page.

5) Os editais devem seguir o mesmo padrão.

6) A área de blogs seria alimentada com os títulos e links dos blogs, que serão criados, em wordpress, para a administração superior da Universidade. Esta área implica em criar uma política de blogs institucionais. Logo, pode demorar a funcionar a contento.

7) As redes sociais vão ganhar destaque no novo portal. O twitter poderá ser integrado, aparecendo sempre a última twitada. Facebook, orkut e outras terão apenas o link.

8) Toda área central será utilizada para veiculação de notícias. A ACS vai desenvolver vários templates, com lay outs diferentes. Na parte central inferior, as notícias serão disponibilizadas por data de publicação ou por índice de leitura. Também estarão ali o link para a webrádio e a programação da UFPR em streaming.

9) A enquete, à direita, servirá para colocar sempre alguma pergunta, com tema geral relacionado à pesquisa, extensão, ensino, cultura e gestão pública, para consultar os usuários. Será gerenciada pela ACS.

10) A galeria de imagens estará linkada ao Flickr da ACS (www.flickr.com/ufpr).

11) O acesso rápido deve compreender um conjunto de links relevantes que estão hoje espalhados pela home. Será mutável também. Quando a UFPR estiver discutindo o novo PDI (Plano de Desenvolvimento Institucional), haverá um link ali. Quando a discussão encerrar, o link será trocado.

12) Na barra logo abaixo da imagem do Prédio Central ficara toda entrada para o universo de sites da UFPR, conforme organização de informação levantada na pesquisa com card sorting virtual e presencial.

13) A barra inferior terá um conjunto de links institucionais.

Basicamente é isso. Está em consulta. Opinem, critiquem, avaliem.

Muita informação para organizar

Publicado em

Há mais de 400 subdomínios pendurados no domínio http://www.ufpr.br. Há grande dispersão de formas de organizar informação, de identidade gráfica e de linguagens de programação. É muita informação para organizar e um trablaho gigante para estabelecer padrões mínimos.

O levantamento feito pelos bolsistas da ACS mostrou os conteúdos que será necessário organizar, no novo portal, conforme spreadsheet abaixo:

http://spreadsheets.google.com/pub?key=t8KbtXoTMLKUIPYQMn_NGYg&single=true&gid=0&output=html

O conjunto de cursos e departamentos está no link abaixo:

http://spreadsheets.google.com/pub?key=tnrWMTzFL3zMTYHd0_FiwYg&single=true&gid=0&output=html

O trabalho para organizar este material será feito por dois caminhos: 1) a aplicação presencial de testes de cardsorting, com apoio do professor Marcos Antonia Tedeschi, de Gestão de Informação, e seus alunos; 2) a aplicação de testes de organização de informação através de ferramenta on line, o web sorting. Já há resultados parciais em:

http://websort.net/r/AF5A7D/d25f16de30cd/

Os resultados obtidos no cursos de arquitetura da informação feito pela ACS, que são parciais, apontam alguns caminhos. Estão disponíveis no site Mindomo, no link:

http://www.mindomo.com/view.htm?m=46bad74632dc4631bb6b4c2eb77ef1e5

ACS e CCE lançam primeiro site em Drupal

Publicado em

A Assessoria de Comunicação Social e o Centro de Computação Eletrônica da UFPR já colocaram na rede o primeiro site desenvolvido em Drupal, totalmente em casa. É o site da própria ACS. Ele vai continuar sendo desenvolvido, para agregar novas funcionalidades. Assim, servirá para resolver problemas e treinar funcionalidades do Drupal.

Entre no site, avalie, critique e nos ajude a melhorá-lo. E use o Saci, disponível on line, para solicitar divulgação de informações.

Porque escolhemos o Drupal

Drupal é um gerenciador de conteúdo. Ele serve para atualizar websites com interfaces simples. Você entra no website e coloca uma senha especial e o website muda sua interface, oferecendo opções para modificar ou acrescentar o conteúdo.

O principal motivo do Drupal ter sido escolhido é que se trata de um Software Livre sob licença GPL. Isso significa que, além de ser distribuido gratuitamente, o código está aberto para modificação. Os próprios usuários podem fazer contribuições ao código original, participando dos fóruns oficiais. A comunidade de voluntários envolve milhares de pessoas ao redor do planeta. É de interesse da UFPR apoiar e participar de projetos de Software Livre.

O gerenciador de conteúdo existente no portal atual é uma ferramenta proprietária e isso causa uma série de transtornos. Como o código é fechado, não se pode fazer as alterações necessárias na medida em que o portal evolui. É por isso que o portal da UFPR continua o mesmo há anos. O código aberto do Drupal permitirá que a Universidade mantenha todo o controle sobre o funcionamento do portal, sem depender de uma entidade externa.

O Drupal é escrito em PHP, uma linguagem muito popular entre os desenvolvedores de websites e bem conhecida entre os técnicos do CCE. Uma alternativa ao Drupal seria o Plone, mas pelo fato de ser escrito em Zope/Python, foi logo descartada. Outra alternativa seria o Joomla, utilizado por exemplo no portal da USP. Joomla também é escrito em PHP e licenciado em GPL.  Apesar de ser mais fácil de usar do que Drupal, não possui recursos avançados, tais como:

  • vocabulário controlado (taxonomy)
  • construtor de páginas por critérios (views)
  • recursos de redes sociais (og_group, user_profiles)
  • tipos de conteúdo (cck)
  • múltiplos sites em uma só instalação (multi site manager)

O projeto Drupal está evoluindo para ser mais do que um gerenciador de conteúdo e sim um framework para desenvolvimento de aplicativos web. Um exemplo é o Open Atrium, uma solução completa de Intranet baseada em Drupal. O fato de permitir o desenvolvimento de aplicativos web facilitará o processo de migração de sistemas desktop para a web, tendência importante para os sistemas administrativos da Universidade.

Se você  quiser saber mais sobre Drupal, veja o conteúdo do treinamento realizado na Universidade. Nos dias 30 e 31 de março de 2010 das 14-18hs teremos mais um treinamento para técnicos e voluntários do projeto, desta vez um intensivo hands-on de customização de temas.